Primeira resenha de livro: Primeiro amor

quarta-feira, janeiro 13, 2016


  Como já falei em um post daqui do blog eu não sou uma pessoa que ama ler livros, na verdades são muitos raros os livros que eu consigo ler, mas falar que nunca li um livro isso já é mentira, quando eu vou em uma livraria eu já to com o livro que eu quero na cabeça e com toda certeza procurei resenhas.

  No caso do livro Primeiro amor foi uma coisa muito louca, no horário do meu almoço do meu antigo trabalho eu passei na americanas para comprar besteiras e acabei que vi o livro, peguei ali mesmo e comecei a ler assim por cima, e juro me interessei de verdade, no outro dia não pensei duas vezes e resolvi comprar, demorei uma semana e meia para ler, e gente serio ele é um amor.



  O livro conta a historia de Axi Moore que é uma menina certinha, estudiosa, bem comportada e uma boa filha, mas ela tinha alguns problemas familiares como seu pai ser alcoólatra e sua mãe que a abandonou, ela decide fazer uma viajem para deixar todas lembranças triste para trás, e para essa pequena mas grande aventura ela convida seu melhor amigo o Robinson  que não tem absolutamente nada de certinho.

  Com dinheiro que ela ajuntou trabalhando como babá , uma mochila e um amigo ela sai de Klamath Falls para sua jornada, quebrando regras pela primeira vez a jornada que era só por diversão foi se transformando em cumplicidade e amor. De amigos eles se tornam namorado, de aventureiros se tornam fugitivos.



  Apesar de ser uma historia de amor adolescente o que ninguém sabe é que o livro é baseado na vida do autor, e isso é uma prova viva que o amor esta em qualquer lugar e como você menos imagina.
  O livro foi dividido em duas partes, um parte você se envolve com os personagens, ri das coisas que eles fazem, e vê a cumplicidade dos dois e na segunda você sofre, eu chorei tanto como o rumo da historia se desenvolveu, mas né.
   O autor com toda certeza soube desenvolver tanto os personagens que me apaixonei, e chorei , dei risada, morri de ansiedade , como na narrativa usada, super direta e simples de entender, não contou muitos detalhes ( o que pra mim é muito bom )  e com capítulos curto que deixa a leitura bem melhor



  Pra quem é tipo eu, que se interessa por algum livros e gosta de romance, pode apostar que esse é uns dos quais eu mais indico.


  • Share:

Talvez você goste

0 comentários